Arquivo mensal: dezembro 2011

Desculpas que poderemos ouvir em 2012!

Perambulando pelos blogs, me deparei com essa série de posts, diretamente do blog do jornalista Eliomar de Lima (Blog do Eliomar)

“Ninguém poderia prever que se abríssemos a gaiola, o passarinho iria voar. Ninguém poderia imaginar que se tirássemos o peixe do aquário ele iria morrer. Ninguém em sã consciência poderia garantir que policiais grevistas iriam a um evento do governador”.

Chefe da Casa Militar, coronel Joel Brasil, em justificativas (e são aceitas!) para as falhas na estratégia de segurança do governador

 

“Primeiro reclamavam que eu estava tempo demais sem obras. Agora criticam que não haverá tempo para a entrega de obras. Essa oposição não sabe o que quer”!

Prefeita Luizianne Lins, com o seu jeitinho de informar que precisará de mais quatro anos, mesmo que de cima de um poste (com ou sem luz)

 

“Sou um homem de missão. Tenho missão religiosa, tenho missão política… Ah, por falar em política, olha só o missão que eu trouxe contra essa administração municipal”!

Moroni Torgan, sobre seu discurso eleitoral à sucessão em Fortaleza

 

“Primeiro, a gente entra pela Copa. Depois avança pelos corredores, pelas salas e, finalmente, chega ao Gabinete”.

Secretário Ferruccio Feitosa, mostrando ser um bom estrategista eleitoral.

 

“Vamos endireitar Fortaleza”!

Pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Fortaleza, Marcos Cals, sem definir se endireitar é reparar os erros da esquerda ou retornar a cidade para o rumo da direita. Ou os dois.

 

“Eu trabalho exclusivamente por amor. Bem, o meu salário é uma questão de amor correspondido”.

Governador Cid Gomes, para justificar que professor deve trabalhar somente por amor (sem se preocupar em ser correspondido, claro)

 

“A diferença é que eu não sou um poste, mas um pôster”!

Deputado federal Artur Bruno, sobre o eterno sorriso cativante, que tem se dado bem nas urnas com o eleitorado feminino

 

“Nós iremos fazer!”

Prefeito Veveu “Prometeu” Arruda, quando perguntado sobre as ações de sua gestão junto à Prefeitura Municipal de Sobral

P.S.: Estes último é de minha autoria.

Anúncios

Há dois meses uma multidão vaiava o Rei Sol do Ceará, Cid I, “O Pobre”!!!

Justamente após fazer precisamente dois meses da inesquecível noite do dia 23 de outubro (a noite das vaias), o Rei Sol, Cid I, “O Pobre”, resolve voltar ao Reino de Sobral das Maravilhas para dar uma olhadinha nas obras do Governo do Estado e também dar uma palavrinha para os súditos através das ondas do rádio!

A entrevista bem que poderia ter sido mais interessante… Ela até começou chamando a atenção quando o entrevistador teceu um comentário a respeito da popularidade do seu fiel conselheiro, o Prefeito Veveu “prometeu” Arruda. E que bom que sua alteza real e imperial reconheceu que seu prefeito está mesmo num momento ruim, mas, ele acredita que 2012 vai ser o grande ano no qual o Prefeito Prometeu irá mostar a que veio! Quem viver verá!

Quando o entrevistador tocou no assunto das vaias, me chamou a atenção o Rei Sol dizer que aquele movimento não passou de uma obra orquestrada por um grupo de jovens que ficou pulverizado entre a multidão e a multidão, como todo bom rebanho, apenas seguiu um suposto líder das vaias… Eu, apesar da minha idade avançada, lá estava e  que vi foi uma multidão vaiando e uns pulverizados no meio dela tentando aplaudir sua alteza real… Mas, deixa o Rei Sol acreditar na sua visão. Quem sabe isso não tenha sido um mecanismo de defesa psicológica!!!???

Outro momento que poderia ter ficado interessante foi a participação do Anderson (aquele cidadão quem protesta solitariamente contra o famigerado VLT). Sua alteza, como sempre muito sagaz e bom argumentador acabou jogando um balde de água fria nas falas do Anderson e ponto final.

Não acompanhei a entrevista até o final, mas até onde ouvi senti falta da participação popular… Foi tão interessante a vox populi durante a entrevista do Prefeito Prometeu!!!!

Vasculhando os blogs da metrópole não encontrei nada até agora sobre a entrevista… Cadê os comentários dos analistas políticos do Reino?! Vi algmas coisinhas no twitter… Mas ainda tudo muito tímido! Por que será?!

Vai ver o Espírito do Natal contagiando todo mundo!!!!

Esperemos o ano vindouro…

Acredito que será um ano de muita falação no período eleitoral!!! Tomara que a falação seja somente no período eleitoral, e que o eleito (seja ele ou ela quem for) não fique somente na falação mas que tenha muita AÇÃO!!!!!

2012: o ano que a gestão veveuzista irá começar!

Hoje pela manhã, logo após minha caminha matinal (gente idosa acorda cedo e tem que fazer caminhada para não ficar todo entrevado), fiquei de ouvido colado no meu rádinho de pilhas Motorádio para ouvir atentamente a entrevista do nosso Prefeito Veveu “prometeu” Arruda.

Esperava ouvir mais, sinceramente! O que ouvi foi uma verdadeira prestação de contas do que irá acontecer. Vejamos a lista:

1. Porto seco.

2. Duplicação de vias.

3. Centros de Educação Infantil.

4. Aeroporto.

5. Polo metal mecânico.

6. Jardim Botânico.

7. Finalização do Parque do Mucambinho.

8. Inauguração da Margem Direita.

Entre outras coisas mais que a minha memória de ancião não permite mais lembrar…

O mais divertido era quando o entrevistador (que não pôde entrevistar mesmo, afinal, o Prefeito Veveu “prometeu” Arruda, não dava um espacinho só para isso) perguntava: Veveu, e quando será isso?? Essa frase repetiu-se inúmeras vezes…

Outro ponto deveras divertido foi quando o entrevistador disse assim: “Veveu, agora falando sério…” E aí fez uma pergunta… Não lembro qual foi o motivo dessa frase, mas ficou a impressão de que o que havia sido dito antes não passava de uma brincadeira!!

Enfim, pelo que foi dito, o ano de 2012 será realmente o ano que a administração veveuzista irá começar mesmo.E olha que o próprio entrevistador disse isso, não chamando a gestão de veveuzista, claro. Este foi outro momento cômico da entrevista, pois o Prefeito Veveu “prometeu” Arruda, chegou a tentar corrigir o entrevistador dizendo: “Não, a minha gestão começou desde que o Leônidas foi eleito a primeira vez em.. em… em… Quando foi mesmo que o Leônidas foi eleito?”.

Depois da prestação de contas do que virá (tomara que venha mesmo!!!) chegou a hora do Prefeito ouvir! Foi então que a vox populi se fez ouvir! Foram tantas reclamações. Teve que gente que falou algo de bom… Mas não lembro o que foi…

Entre as reclamações, uma que muito me chamou atenção foi quanto ao abastecimento de água de uma certa localidade que estava sendo feita por carro-pipa (carro-pipa, nos dias de hoje, e em uma cidade tão rica como o Reino de Sobral das Maravilhas, parece uma coisa assim contraditória, não é???). O dito carro-pipa não estava mais levando água para a população já algum tempo. A justificativa apresentada pelo senhor que é responsável pelo serviço de abastacimento de água, foi no mínimo, inusitada: “O custo do carro-pipa estava ficando alto demais…” Fiquei pasmo!!!! Pensei, foi isso mesmo que ouvi??? E isso é justificativa??? Porém, a senhora queixosa saiu de lá com pelo menos uma promessa de que sua solicitação seria atendida. Aí, faço como o entrevistador: “Quando, Veveu?!”

Foram tantas promessas, tantas coisas grandiosas e impactantes para a nossa pólis, que não tenho como fugir de fazer novamente a mesma pergunta que venho a meses fazendo e até agora ninguém, nenhum devoto do Prefeito ou da Santíssima Trindade (Cid, Ivo e Ciro) me respondeu:

“Se este homem é tão competente, tão dinâmico, tão trabalhador, tão inteligente, tão humilde, tão lutador, tão empenhado, tão amigo do Rei Sol, Cid I, “O Pobre”, tão magnânimo, enfim, tão repleto de adjetivos positivos, quase uma santidade política e administrativa, ficou por quase dois mandatos, de molho, sendo vice-prefeito????!!!”

Vamos esperar 2012 chegar!!! Se os maias (aqueles da profecia, não os parentes do Tim Maia) não estiverem certos e o mundo não acabar, esperaremos os Novos Ares trazidos pelos inúmeros projetos gestados pela mente privilegiada de nosso Prefeito Veveu “prometeu” Arruda!!

Mas… Sempre tem um “mas”… Se nada do que foi projetado se tornar real no ano vindouro?! E se o Prefeito Prometeu, durante sua empreitada para ser conduzido ao trono do Reino de Sobral das Maravilhas, se valer daquele velho argumento: “Votem em mim para que eu possa concretizar tudo aquilo que prometi!!!”

Vamos esperar… E enquanto isso, vamos torcendo para que o melhor para nossa cidade aconteça.

E os Novos Ares do Reino de Sobral das Maravilhas?!

Dentro de alguns dias fará dois meses do histórico dia que o Rei Sol do Ceará, Cid I, “O Pobre”, levou uma saraivada de vaias durante a assinatura da ordem de serviço para a internalização da fiação aérea do centro histórico do Reino de Sobral das Maravilhas (https://opensatoriodalucta.wordpress.com/2011/10/28/qual-o-motivo-de-cid-ter-sido-vaiado-em-sobral/). Projeto este, que muitos empolgados afirmam que irá melhorar a vida dos sobralenses (sinceramente, não consigo entender como é que o que me resta de vida irá melhorar por não mais ter que ver os fios dos postes no centro histórico da cidade… Mas isso já é outra história…)

Logo na semana seguinte, ainda com as vaias fresquinhas na mente dos vaiados e vaiantes (será que existe essa palavra? vaiantes??? neologismos estão na moda, então…) vi em alguns blogs da cidade que o pessoal já estava começando a demarcar as áreas nas quais o processo deveria começar.Se não me engano, o Prefeito Veveu “prometeu” Arruda, combinou com o pessoal do CDL e demais logistas do Reino, que iria começar pelas áreas residenciais, uma vez que se aproximava o período natalino. Isso segundo o que li na imprensa do Reino!!!!

E aí, meus caros pensatoriantes, é que venho perguntar: alguém tem visto esse povo trabalhar nesse projeto? Alguém já viu operários da empresa que ganhou a licitação para a obra trabalhando nesse processo de internalização da fiação?? Confesso que não tenho visto!! E olha que vivo andando pelas ruas da metrópole!!!!

Ou será que tudo vai ficar mesmo para o ano eleitoral???

Sei não… Sei não…

Será essa a estratégia do Paço Municipal para alavancar a popularidade do Prefeito Veveu “prometeu” Arruda, junto aos súditos do Reino???

Quem tiver visto, por favor, avise-me através de um comentáriozinho aqui no Pensatório!! Estou deveras curioso para ver como está ficando… Apenas curiosidade de gente idosa mesmo… Nada mais…

O Prefeito Veveu “Prometeu” Arruda tem que ser eleito por W.O.?!?!?!

Observando os comentários em vários blogs do Reino de Sobral das Maravilhas, percebi que há um certo desejo de que o Prefeito Veveu “Prometeu” Arruda seja candidato único no ano que vem.

Se não vejamos…

Quando se cogita a candidatura do Guimarães, aparece um monte de comentário dizendo que ele não pode ser candidato porque não é de Sobral, porque apareceu do nada, porque ainda não mostrou a que veio, etc e tal e finalmente, o pior dos argumentos: porque ele não tem a benção do Rei Sol, Cid I, “O Pobre”!!!!

Depois, se aparece a candidatura do Oman (que dizem ser um mero carregador de malas do ex-tudo-em-quanto) surgem inúmeros comentários para desqualificar a pessoa dele, dizendo que ele sequer tem diploma (e o Lula tinha?! e um calango que foi presidente da senzala, também conhecida como Câmara dos Calangos tem?!), que ele é arrogante (e O Rei Sol não é?! E seu irmão ex-tudo-em-quanto não é???), que ele é isso e aquilo… E novamente, tem gente que volta com o pior dos argumentos: porque ele não tem a benção do Rei Sol, Cid I, “O Pobre”!!!!

Se alguém imagina a candidatura daquela senhora que é mulher do presidente da Câmara dos Calangos,imediatamente vem outra enxurrada de argumentos que depreciam a pessoa dela e por fim, como sempre, o pior dos argumentos: porque ela não tem a benção do Rei Sol, Cid I, “O Pobre”!!!!

Assim sendo, meus caros pensatoriantes, só pode ser candidato à prefeito no Reino de Sobral das Maravilhas quem tiver a benção do Rei Sol e de seu grupo!!! E aí pergunto: e o povo, onde é que fica???

Pelo visto, o povo não passa de uma bando de débeis que precisam da tutela de alguém, no caso o Rei Sol e sua corte (ou grupo (oligárguico), como costumam dizer, não é??!) e por serem débeis não têm condições de tomar decisões por si, são um bando de incapazes mesmo!

Não creio nesse tipo de democracia!!! Até parece que se o Prefeito Veveu “Prometeu” Arruda não for candidato único a coisa não vai dar certo!!! Será mesmo assim???!! Por que não dar à população várias opções de nomes para que essa mesma população, soberanamente, através do voto livre e democrático ESCOLHA, quem ela acredita ser melhor para governar a cidade???!!! Será preciso mesmo esse tipo de tutela???

Ainda bem que encontrei um excelente texto da Professora Marilena Chauí que trata justamente desse tema que exponho nesse post. Vejam o texto:

Marilena Chauí: “Grupo oligárquico não admite nenhuma contestação”

Chauí: movimentos sociais construíram a democracia

Por Vivian Virissimo, no Sul21, sugerido pelo Igor Felippe

Aos 70 anos, a filósofa Marilena Chauí segue avaliando os rumos da política e as grandes transformações sociais e culturais em curso no Brasil e no mundo. Pelo seu diagnóstico, o coração da democracia brasileira está muito debilitado, uma vez que todas as formas de conflito são abafadas ou combatidas com a repressão do Estado, o que impede o avanço na garantia de direitos e no aprimoramento da própria democracia.

“No Brasil, incessantemente, o conflito é transformado em crise e se joga a polícia e o Exército contra a população e os movimentos sociais. A única maneira de afirmar a legitimidade e a necessidade do conflito é mostrar que o mesmo é o coração da democracia”, falou Marilena ao Sul21.

Professora de Filosofia Política na Universidade de São Paulo (USP), Marilena é uma das fundadoras do Partido dos Trabalhadores (PT). Ela esteve em Porto Alegre para participar de conferência no Debates Capitais promovido pela Câmara de Vereadores nesta quarta-feira (7).

No entendimento de Marilena, sem mexer na estrutura da sociedade fica impossível compreender o verdadeiro sentido democrático do conflito. “O núcleo da sociedade brasileira é um grupo oligárquico que não admite nenhuma contestação e que transforma o conflito na ideia de desordem, crise, perigo, de que é preciso repressão e um Estado forte”, aponta.

Ao mesmo tempo, Marilena também destaca que a repressão do Estado é dirigida geralmente aos negros, aos pobres, aos índios, aos moradores de rua. “Eles são vistos como uma ameaça visível. Mas, sob essa ameaça visível, se esconde ideologicamente que qualquer forma organizada no interior da sociedade é perigosa. Qualquer grupo, classe, conjunto que se organize em termos sociais e políticos é visto como perigoso”, explica a filósofa.

Outra face para comprender este processo se trata de um mito da não-violência que está arraigado na sociedade brasileira. Essa posição, segunda ela, enfraquece as possibilidades de mudança. “Se nós somos um alegre povo mestiço, verde e amarelo, sensual, ordeiro e pacífico… O que se faz? Esta tudo dado, tudo pronto”, critica Marilena.

Para ela, a garantia de direitos passa pela percepção de que o racismo, o sexismo e a homofobia são formas de violência que são naturalizadas pela maioria da sociedade brasileira. “Mexer na estrutura da sociedade brasileira é uma tarefa de todos. E o começo disso passa pela percepção de que existe uma violência estrutural, um autoritarismo. Se isso não for percebido, não temos como lutar”, fala Marilena.

“Há um campo aberto para a política”

Marilena também pontuou que o começo dessas transformações na estrutura da sociedade começaram com a constituição dos movimentos sociais no período de luta pela redemocratização do país. “Tem sido assim desde a década de 1970. Todos esses movimentos deram origem a formações partidárias e políticas que democratizaram o país. Não é porque o Brasil se democratizou que os movimentos se tornaram possíveis, é exatamente o contrário: porque os movimentos se organizaram, existiram e lutaram que eles tornaram possível a democratização do país”.

Diante das mudanças gerais ocorridas na sociedade brasileira, Marilena avalia que o refluxo dos grandes movimentos sociais servirá para a reposição de novas práticas políticas, sociais e culturais. “Há um campo aberto para a política que ainda não foi pensado e ainda não foi exercido. Mas isso não é um ou outro que vai pensar. É um coletivo que tem que pensar e refletir sobre isso”, avalia.

Nesse sentido, Marilena também apontou a necessidade de desvincular a política das formas clássicas de representação. “Quando a política fica restrita ao aparelho do Estado se perde a noção mesma da política que é a polis, a cidade organizada, a sociedade. Em vez de pensar que a política é uma ação coletiva no interior da própria sociedade, sob a forma de poderes e contra poderes, se pensa a política como uma esfera separada”.

Apesar de todas essas constatações, Marilena se mostrou uma pessoa otimista. “Eu só lamento que não vou ter tempo de vida para ver as mudanças profundas que vão acontecer não só no Brasil, mas em escala planetária. Uma mudança no saber, na ciência, na tecnologia que por enquanto ainda estão muito afogadas dentro da estrutura capitalista vigente, mas elas têm potencial de mudança e transformação muito grande”, aponta a filosofa.

Fonte: http://www.viomundo.com.br/politica/marilena-chaui-grupo-oligarquico-nao-admite-nenhuma-contestacao.html

P.S.: Para quem não sabe o que é W.O. eis um link legal com informaçoes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Walkover

Cid Gomes, “O Pobre”

Trechinho da fala dO Príncipe, nosso Rei Sol, durante sua visita supresa à Secretaria Especial do Palácio da Abolição, também conhecida como Assembléia Legislativa do Ceará, que alguns dizem que é a “A Casa do Povo”:

“…Não tenho nada, estou mais pobre, quando era deputado tinha bem mais do que agora como governador”.

Não esperava do Rei Sol do Ceará tamanha apelação à demagogia! Mas vamos pedir uma ajuda ao filósofo grego Platão, discípulo de Sócrates (aquele que foi considerado o mais sábio de sua época por dizer: “Só sei que de nada sei”). Platão dizia que pobre é aquele que seus ganhos não são suficientes para satisfazer os seus desejos. Assim sendo, podemos dizer que os desejos do Rei Sol do Ceará só cresceram desde que o mesmo deixou de ser um mero deputado estadual.

 

Lobo com pele de Carneiro, por Deolindo Barreto

Como defunto que sou, fui surpreendido com a chegada ao “ALÉM” do meu colega jornalista José Maria Félix.
O nobre radialista chegou triste com o fim da sua vida terrena. Mas sua tristeza era maior com aqueles que José Maria chamava de “TRAÍRA, CANALHA”.
José Maria, mesmo morto, presenciou algumas cenas que fizeram dele, um defunto decepcionado com a humanidade. Pois apesar de ter se emocionado com a comoção popular dos sobralenses com o seu falecimento, José Maria viu cenas que defunto nenhum suportaria.
Imaginem ao que foi submetido meu colega defunto:
Cid e Ciro estiveram presentes no velório de José Maria. Ainda tiveram o desaforo de o chamarem de irmão. José Maria sempre foi um ardo defensor do grupo Ferreira Gomes. Um defensor muitas vezes exagerado e imprudente. Mas mesmo assim, José Maria foi tratado nos últimos anos como inimigo do grupo. Desprezado por todo seu grupo político, o radialista era visto pelos mais próximos agindo de forma depressiva nos meios dos corredores da rádio Tupinambá. Seus amigos são cientes de como José Maria Félix foi humilhado por Cid, Ciro e companhia. Lamento também, que alguns desses amigos ainda não aprenderam, depois de tanta humilhação, a forma como os “Ferreira Gomes” tratam aqueles que são chamados por eles de irmãos. Imaginem os que são considerados meros radialistas pelos Gomes.
Cid e Ciro já chamaram José Prado de irmão. Tasso Jereissati de irmão. E todos sabem como eles trataram e tratam os irmãos.
Logo após, José Maria teve o decepção de ler um artigo de Oman Carneiro lamentando a morte do nobre radialista. O mesmo Carneiro que a pouco tempo disse que José Maria era mentiroso, traidor e vários outros adjetivos, que em respeito ao nobre radialista prefiro me abster.
Mas não posso me abster de ver os que se diziam amigo de José Maria, assistir tudo isso de maneira inerte. Pois depois de tudo que Cid, Ciro e Oman fizeram com José Maria, agora querem fazer a mesma coisa com a população sobralense.
O Carneiro se lançou candidato a prefeito, dizendo que é contra os FGS. Tentando passar para a população que agora será o homem de oposição de sobral. Todos sabem que o carneiro nunca trabalhou. Foi sempre o carregador de mala do Ciro. Um homem inútil ao bem social. Mandado por Ciro e Cid. Tão mandado, que agora foi mandado fazer o papel de oposição. O pior são os amigos do José Maria apoiarem essa nova traição dos Gomes ao povo que eles chamam de irmão. O mais lamentável é alguns dos amigos de José Maria ainda dizerem que os Gomes são inteligentes por serem capazes de enganar o povo sobralense.
Enfim, respeitem a dor da família de José Maria, a integridade democrática da política sobralense e parem de transformar Lobos em Carneiro.

Deolindo Barreto
Defunto jornalista

Comentário do Cidadão Crítico:
Há tempos que aguardava mais uma psicografia do nosso correspondente jornalista do além, nosso inspirador, Deolindo Barreto!
O Carneiro, caro Deolindo, não passa de uma OPOSICINHA, como diz o pessoal do www.implicante.org. O Carneiro está apenas berrando porque seu patrão já está mesmo no limbo da política nacional. Imagino até que aquilo que o ex-tudo-em-quanto fala, fora das fronteiras da Capitania Hereditária do Ceará, já é motivo de chacota!
Enquanto isso, no Reino de Sobral das Maravilhas, estamos nos aproximando do Primeiro Aniversário da gestão(?) do Prefeito Veveu “prometeu” Arruda, “O Prefeito do Futuro”! E continuamos esperando para ver.. Afinal, o slogan dessa gestão(?) bem que deveria ser: Quem Viver Verá!