O Mito da Caverna de Platão, versão petista

Quem quiser saber mais sobre o Mito da Caverna veja o que diz a Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Mito_da_caverna

Mas vamos a versão petista do referido mito.
Havia um grupo de petistas …que vivia numa caverna, acorrentados pelas idéias doutrinárias impostas pela mídia do partido. O mundo exterior, fora da caverna era mostrado para eles através de revistas, livros, jornais e programas exibidos em uma televisão devidamente sintonizada em um canal no qual só eram exibidos programas do partido.
Essa doutrina afirmava que o sumo-sacerdote de nove dedos era um ser iluminado, que tudo que fazia era em prol do povo e para a felicidade do povo. A mesma doutrina dizia que um outro grupo que tinha como símbolo um pássaro de bico grande representava as forças do mal, do atraso, que deviam ser banidos para o limbo da política. E que o ideal era que a doutrina petista que deveria prevalecer.
Os petistas dentro da caverna entendiam o mundo apenas através daquilo que lhe chegava pela máquina de propaganda do partido. Assim sendo, o mundo exterior era do jeito que o partido queria que fosse.
Acontece que um dia, um desses petistas resolveu, por pura curiosidade, pensar em como deverá ser o mundo fora da caverna. Diante desse pensamento chegou a comentar com os demais:
– Companheiros, será que a realidade é isso mesmo? Será mesmo que o mundo é isso?
Imediatamente, o petista rebelde, que ousou pensar diferente, foi sumariamente expulso da caverna, pois não concordava com aquilo que era a doutrina do partido.
Ao sair da caverna, o petista, ou melhor, o ex-petista quase ficou cego com a luz do sol (o pessoal do PSOL pode dizer então que esse ex-petista que quase foi cegado pelo sol fundou o PSOL numa clara alusão a este momento que fez-se a luz! Mas isso é outra história…) percebeu que o mundo era completamente diferente daquele que chegava até eles através da mídia partidária.
Inconformado com os anos a fio que ele passou sendo iludido com a linha doutrinária do partido, o ex-petista num claro gesto altruísta resolve voltar à caverna para libertar os antigos companheiros e mostrar para eles que a realidade não é aquela que chegava até eles.
Ao voltar para o interior da caverna e depois de contar tudo aquilo que viu e ouviu no mundo exterior, o ex-petista foi brutalmente espancado pelos seus antigos companheiros e ainda acusado de traição, de ter sido coptado pela mídia alienante do sistema capitalista que está à serviço do grande imperialista que só pensa em massacrar a classe operária. O ex-petista foi banido em definitivo da caverna e ainda ameaçado caso voltasse a tentar desestabilizar a ordem do sistema criado pelo sumo-sacerdote de nove dedos e seus seguidores.
E assim, aquele grupo de petistas continua na caverna do partido acreditando piamente que o mundo real é esse que o partido mostra para eles e que toda ideia contrária só pode ser fruto da mídia alienante que está à serviços do grande capital imperialista que tem como o objetivo massacrar a classe operária e impedir a revolução do proletariado!

Anúncios

Um pensamento sobre “O Mito da Caverna de Platão, versão petista

  1. Grilo disse:

    Quanta criatividade! E assim continua o PT, sem ver / aceitar a realidade

Expresse sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: