Arquivo mensal: novembro 2012

Em tempos de seca… Morte e vida severina

O RETIRANTE EXPLICA AO LEITOR QUEM É E A QUE VAI

— O meu nome é Severino,
não tenho outro de pia.
Como há muitos Severinos,
que é santo de romaria,
deram então de me chamar
Severino de Maria;
como há muitos Severinos
com mães chamadas Maria,
fiquei sendo o da Maria
do finado Zaca.

—João Cabral de Melo Neto
Anúncios

Deputado Romário sabe das coisas!

 

LEIAM E DIVULGUEM: (excelente e ESTARRECEDORA entrevista)
ROMÁRIO (acreditem: o menos faltoso entre os novos deputados Federais) e uma entrevista ASSUSTADORA; Parte de entrevista do ROMÁRIO ao jornalista Cosme Rimoli – TV Record .

– Você foi recebido com preconceito em Brasília?
Olha, vou ser claro para quem ler entender como as coisas são. Há o burro, aquele que não entende o que acontece ao redor. E há o ignorante, que não
teve tempo de aprender. Não houve preconceito comigo porque não sou nem uma coisa nem outra. Mesmo tendo a rotina de um grande jogador que fui, nunca
deixei de me informar, estudar. Vim de uma família muito humilde. Nasci na favela. Meu pai, que está no céu, e minha mãe ralaram para me dar além de comida, educação. Consciência das coisas… Não só joguei futebol.
Frequentei dois anos de faculdade de Educação Física. E dois de moda. Sim, moda. Sempre gostei de roupa, de me vestir bem. Queria entender como as roupas eram feitas. Mas isso é o de menos. O que importa é que esta sede de
conhecimento me deu preparo para ser uma pessoa consciente… Preparada para a vida. E insisto em uma tese em Brasília, com os outros deputados. O Brasil
só vai deixar de ser um país tão atrasado quando a educação for valorizada.
O professor é uma das classes que menos ganha e é a mais importante. O Brasil cria gerações de pessoas ignorantes porque não valoriza a Educação. E seus professores. Não há interesse de que a população brasileira deixe de ser ignorante. Há quem se beneficie disso. As pessoas que comandam o País
precisam passar a enxergar isso. A Saúde é importante? Lógico que é. Mas a Educação de um povo é muito mais.

– Essa ignorância ajuda a corrupção? Por exemplo, que legado deixou o Pan do Rio?
Você não tenha dúvidas que a ignorância é parceira da corrupção. Os gastos previstos para o Pan do Rio eram de, no máximo, R$ 400 milhões. Foram gastos R$ 3,5 bilhões. Vou dar um testemunho que nunca dei. Comprei alguns
apartamentos na Vila Panamericana do Rio como investimento. A melhor coisa que fiz foi vender esses apartamentos rapidamente. Sabe por quê? A Vila do Pan foi construída em cima de um pântano. Está afundando. O Velódromo caríssimo está abandonado. Assim como o Complexo Aquático Maria Lenk… É um
escândalo! Uma vergonha! Todos fingem não enxergar. Alguém ganhou muito dinheiro com o Panamericano do Rio. A ignorância da população é que deixa essa gente safada sossegada. Sabe que ninguém vai cobrar nada das autoridades. A população não sabe da força que tem. Por isso que defendo os professores. Não temos base cultural nem para entender o que acontece ao
nosso lado. E muito menos para perceber a força que temos. Para que gente poderosa vai querer a população consciente? O Pan do Rio custou quatro vezes mais do que este do México. Não deixou legado algum e ninguém abre a boca para reclamar.

– Se o Pan foi assim, a Copa do Mundo no Brasil será uma festa para os corruptos…
Vou te dar um dado assustador. A presidente Dilma havia afirmado quando assumiu que a Copa custaria R$ 42 bilhões. Já está em R$ 72 bilhões. E ninguém sabe onde os gastos vão parar. Ningúem. Com exceção de São Paulo, Rio, Minas, Rio Grande do Sul e olhe lá…Pernambuco… Todas as outras sete
arenas não terão o uso constante. E não havia nem a necessidade de serem construídas. Eu vi onze das doze… Estive em onze sedes da Copa e posso afirmar sem medo. Tem muita coisa errada. E de propósito para beneficiar poucas pessoas. Por que o Brasil teve de fazer 12 sedes e não oito como sempre acontecia nos outros países? Basta pensar. Quem se beneficia com
tantas arenas construídas que servirão apenas para três jogos da Copa? É revoltante. Não há a mínima coerência na organização da Copa no Brasil.

– São Paulo acaba de ser confirmado como a sede da abertura da Copa. Você concorda?
Como posso concordar? Colocaram lá três tijolinhos em Itaquera e pronto… E a sede da abertura é lá. Quem pode garantir que o estádio ficará pronto a tempo? Não é por ser São Paulo, mas eu não concordaria com essa situação em lugar nenhum do País. Quando as pessoas poderosas querem é assim que funcionam as coisas no Brasil. No Maracanã também vão gastar uma fortuna,
mais de um bilhão. E ninguém tem certeza dos gastos. Nem terá. Prometem, falam, garantem mas não há transparência. Minha luta é para que as obras não fiquem atrasadas de propósito. E depois aceleradas com gastos que ninguém controla.

– O que você acha de um estádio de mais de R$ 1 bilhão construído com recursos públicos. E entregue para um clube particular.
Você está falando do estádio do Corinthians, não é? Não vou concordar nunca.
Os incentivos públicos para um estádio particular são imorais. Seja de que clube for. De que cidade for. Não há meio de uma população consciente aceitar. Não deveria haver conversa de politico que convencesse a todos a
aceitar. Por isso repito que falta compreensão à população do que está acontecendo no Brasil para a Copa.

– A Fifa vai fazer o que quer com o Brasil?
Infelizmente, tudo indica que sim. Vai lucrar de R$ 3 a R$ 4 bilhões e não vai colocar um tostão no Brasil. É revoltante. Deveria dar apenas 10% para ajudar na Educação. Iria fazer um bem absurdo ao Brasil. Mas cadê coragem de
cobrar alguma coisa da Fifa. Ela vai colocar o preço mais baixo dos
ingressos da Copa a R$ 240,00. Só porque estamos brigando pela manutenção da meia entrada. É uma palhaçada! As classes C, D e E não vão ver a Copa no estádio.
O Mundial é para a elite. Não é para o brasileiro comum assistir.

– Ricardo Teixeira tem condições de comandar o processo do Mundial de 2014?
Não tem de saúde. Eu falei há mais de quatro meses que ele não suportaria a pressão. Ser presidente da CBF e do Comitê Organizador Local é demais para qualquer um. Ainda mais com a idade que ele tem. Não deu outra. Caiu no hospital. E ainda diz que vai levar esse processo até o final. Eu acho um absurdo.

– Muito além da saúde de Ricardo Teixeira. Você acha que pelas várias denúncias, investigações da Polícia Federal… Ele tem condições morais de comandar a organização Copa no Brasil?
Não. O Ricardo Teixeira não tem condições morais de organizar a Copa. Não até provar que é inocente. Que não tem cabimento nenhuma das denúncias. Até lá, não tem condições morais de estar no comando de todo o processo. Muito menos do futebol brasileiro…
A África apresentou há alguns meses atrás o resultado final da Copa do Mundo: deu prejuízo e grande. Agora é a vez do Brasil. Fifa, CBF, políticos e os empreiteiros vão ganhar muito dinheiro.
Quem teve a idéia de promover, o evento em nosso país, alguém sabe?

BALANÇO PARCIAL DOS DOIS ANOS DA GESTÃO VEVEUZISTA

Estamos nos aproximando do fim dos dois primeiros anos da gestão veveuzista a frente da Prefeitura Municipal de Sobral, cidade esta que daqui a pouco será conhecida como a capital simbólica do Principado dos Ferreira Gomes.
Nestes dois anos que estão findando-se o que podemos dizer a cerca do modus operandi do então gerente?
Os seus defensores de

pronto irão dizer que o Prefeito pegou uma gestão pela metade (ué, mas ele não era o vice?! Ah sim, ele passou um tempo sendo não-sei-o-que no IPHAN!), que o secretariado não era o dele (ué novamente, mas ele não poderia montar um secretariado próprio? Ele era ou não era o prefeito? Mistéeeeeeerio…), dentre outras desculpas que mais podem soar como retórica para bovino entrar em estado de vigília!
O que eu posso dizer, como um mero observador da vida diária da cidade é o seguinte:
– A obra de internalização da fiação elétrica, lógica e de voz do centro da cidade é uma obra que não é necessária. Por necessário, entendam uma obra sem a qual a cidade não poderia contar. Vejo apenas como perfumaria, como algo que vai embelezar a cidade e só. Não que eu seja contra as questões relacionadas a estética de uma cidade. Só penso que essa obra poderia ser deixada para outro momento. Talvez um momento no qual outras NECESSIDADES já tivessem sido atendidadas.
– Praças: a celeridade na conclusão reformas das praças é espantosa! Isto usando uma carga de ironia boa! A Praça da Igreja do Coração de Jesus, com sua plantação de postes de iluminação, demorou um tempo considerável para ser concluída e mesmo assim, nem todos os postes de iluminação estão funcionando. Seria uma alusão ao companheiro petista derrotado pelo chefe do chefe do executivo sobralense lá na capital alencarina?! risos A reforma da Praça da Igreja da Sé arrasta-se como uma lesma. A reforma da Praça da Igreja do Patrocínio ficou apenas na promessa. Quem sabe saia na próxima gestão. Lembro que o anúncio da dita reforma aconteceu no finalzinho de uma celebração na referida igreja o que causou algum desconforto a alguns fieis que entenderam isso como um agravo ao culto sagrado!
– Duplicação do trecho que vai da Av. do Contorno até as proximidades de um motel: mais uma obra que, a princípio, parece ser meramente cosmética. Sem falar que arrasta-se como as reformas de certas praças. Não tem nem o que se comentar!
– Falta de água na sede e nos distritos: esse foi o assunto mais falado nas ondas da radiofonia da capital simbólica do Principado dos Ferreira Gomes. E para completar a inoperância do SAAE ainda aconteceu aquela investigação do Ministério Público que ainda vamos ver no que vai dar.
– Falta de medicamentos e postos de saúde: esse era outro assunto bastante comum nas rádios e rodas de conversas.
– O lixo pelas ruas: é público e notório que há um certo desleixo por parte da gestão municipal para com a coleta de lixo da cidade. Não tem como colocar a culpa somente na falta de educação e consciência da população!
– Aumento na criminalidade: mesmo que a segurança pública não seja prerrogativa do poder municipal e sim estadual, o então gestor a tempos montou um certo gabinete para tratar desse assunto. O que temos de resultados? Não sei, não vi… Estou igual ao “deus” Lula quanto as questões de corrupção nos seus governos!
– Os índices da educação: essa é a parte boa. Porém, não devemos dar os creditos totalmente á gestão veveuzista. Isso é um trabalho que vem sendo construído ao longo de um bom tempo. O então gestor deu a sorte de colher os frutos, mas não se deu ao trabalho de plantar! Ah… Mas ele era vice-prefeito! Ah sim… quer dizer que agora ele é lembrado como vice?! Francamente…
Ah… E não faltaram promessas de dia melhores… Pelo menos não podemos reclamar disso! risos
Enfim, a “amostra grátis” que a população sobralense teve da gestão veveuzista não foi das melhores. Agora cabe a nós acreditarmos que tudo isso vai mudar! E cabe ao então prefeito eleito fazer por onde tudo isso mudar!